Resumen

Séculos de polémicas, proibições e ataques mútuos tornaram a Maçonaria e a Igreja Católica uma espécie de adversários irreconciliáveis. Não obstante, não deixa de ser paradoxal a atração que a Maçonaria exerceu sobre membros da Igreja. Nas fileiras da maçonaria e, em particular, nos quadros das lideranças maçónicas, contaram-se membros provindos da Igreja Católica, nomeadamente do seu clero secular e regular. Se isto foi verdade a nível internacional, foi, mais ainda,  de modo especial para o nosso caso de estudo, que é o arquipélago da Madeira. Como explicar esta atração e este transpor de fronteiras proibidas, mormente da parte dos católicos que aderiram à Maçonaria, continuando a sua prática católica? Ao longo deste estudo vamos tentar compreender a Maçonaria como um movimento e uma instituição, latu sensu assim definida, que procurou constituir elites com um certo nível de preparação intelectual e de influência social.

Palabras clave: Maçonaria, clero, igreja, madeira, elites